Qual é a diferença entre clone de sistema vs clone de disco?

Na segurança cibernética, a clonagem é uma abordagem para replicar todos os dados em uma máquina para outro lugar (armazenamento local, centro de armazenamento externo, nuvem), garantindo que a cópia de destino seja uma cópia exata do disco ou sistema de origem. O processo de clonagem oferece duas opções principais – clonagem de disco e clonagem de sistema.

Neste artigo, compararemos um clone de disco vs clone de sistema, exploraremos os benefícios e desvantagens de ambos e, esperamos, facilitar sua decisão sobre tipos regulares de backup e estratégias de segurança cibernética.

O que é um clone de sistema?

Um clone de sistema é um clone do seu sistema operacional original. O método só copiará dados da partição do sistema e das partições relacionadas ao sistema. (por exemplo, a partição do sistema EFI e a partição de recuperação)

Os clones do sistema compreendem todas as informações necessárias para que o sistema operacional seja executado no local de destino, incluindo quaisquer dados salvos nas partições do sistema – drivers, aplicativos e programas relacionados, atualizações, configurações personalizadas do sistema e muito mais.

Quais são os benefícios da clonagem do sistema?

Vamos explorar como seu computador se beneficia de um clone do sistema abaixo.

  • Uma cópia completa da unidade do sistema do computador

Um clone de sistema inclui arquivos de sistema, aplicativos, configurações e qualquer partição relacionada ao sistema sem alterar o tamanho e as propriedades dos dados clonados.

Dado que você armazena o clone do sistema em uma unidade externa ou na nuvem, você sempre pode acessar seu backup de dados e restaurar seu sistema operacional para a mesma ou uma nova máquina.

  • Recuperação rápida do sistema operacional

Um clone de sistema é ótimo se você precisar migrar arquivos e configurações do sistema operacional para uma nova máquina ou vários dispositivos em casa ou em um escritório.

  • Proteção contra exclusão acidental ou falha do sistema

Se o seu sistema operacional travar ou estiver corrompido, um backup do sistema permitirá uma recuperação rápida para a mesma ou para uma nova máquina.

Como o processo de clonagem do sistema não requer compactação, você pode restaurar rapidamente o clone para retomar seus processos diários. Além disso, se você excluir acidentalmente um arquivo de sistema crítico, poderá restaurá-lo sem recuperar todo o clone. (No entanto, isso só é possível se sua solução de backup e recuperação suportar a restauração de arquivos individuais)

Quais são os casos de uso mais comuns de clonagem de sistemas?

Além de manter os clones do sistema em um espaço de armazenamento seguro para permitir a fácil recuperação, as organizações podem se beneficiar da abordagem de várias outras maneiras.

  • Abordando a corrupção lógica

A corrupção lógica pode ser devido a erros de software ou humanos, um ataque cibernético, uma queda de energia ou sabotagem.

Muitas vezes, a corrupção lógica não pode ser abordada com soluções tradicionais de recuperação de desastres. Portanto, as empresas podem não atender aos requisitos máximos de perda de dados e tempo de inatividade, dependendo do aplicativo, partição do sistema de arquivos, camada ou espaço de armazenamento onde ocorreu a corrupção.

Em tais cenários, recomenda-se tentar corrigir o erro lógico dentro do sistema inspecionando o problema em um sistema de reparo. (separado do disco de origem)

Os analistas podem criar um sistema de reparo por meio de software de clonagem para imitar o sistema de produção com base nos dados salvos e armazenados antes da corrupção lógica ocorrer. Dessa forma, as informações necessárias podem ser exportadas e importadas entre os dois sistemas sem interromper o sistema de produção.

Na melhor das hipóteses, o processo não produzirá perda de dados.

  • Teste de recuperação de desastres

A recuperação de desastres eficaz requer testar o fluxo de trabalho necessário.

O teste determina se sua estratégia de DR funciona e calcula a suficiência da documentação interna. Também permite que os administradores treinem em todos os procedimentos necessários. Um clone de sistema torna possível adquirir testes de DR sem arriscar os objetivos de RTO e RPO. Os testes de tal maneira podem ser realizados sem impedir a replicação de dados.

  • Atualização de dados para sistemas de controle de qualidade, sandboxing e treinamento

Em cenários específicos, os dados do sistema de origem devem estar disponíveis para um sistema de destino para fins de teste ou treinamento.

Os sistemas de teste devem ser atualizados regularmente com dados do sistema de origem para garantir que os testes sejam realizados com os dados mais atualizados. Dependendo do nível de automação, esses processos de atualização do sistema podem levar vários dias para serem concluídos.

Como criar um clone de sistema?

Infelizmente, o Windows não oferece software de clonagem nativo.

Sua função “Backup e Restauração” pode criar uma imagem do sistema (não um “clone”); então, você precisa salvar o arquivo de imagem em uma operadora de mídia externa e instalá-lo em uma nova máquina se quiser migrar o conteúdo do sistema operacional. Isso significa que você deve copiar e compactar o conteúdo da partição do sistema e, em seguida, descompactá-lo para ativar a instalação no local de destino. Assim, a imagem leva mais tempo do que a clonagem.

Para evitar o processo complicado, você pode recorrer a software de clonagem de terceiros, como o Acronis Cyber Protect Home Office.

O que é um clone de disco?

A clonagem de disco é uma metodologia para criar uma cópia exata do disco de destino – o sistema operacional, os programas instalados e todos os dados serão clonados em um disco de destino.

Devido à sua magnitude, a clonagem de disco é usada principalmente como um backup confiável para proteger os dados contra desastres naturais, exclusão acidental ou ataques de hackers. Além disso, é útil ao substituir um disco rígido devido a problemas físicos ou técnicos.

Quais são os benefícios da clonagem de disco?

Vamos explorar como usuários e computadores se beneficiam de um clone de disco abaixo.

  • Um backup completo do dispositivo

Um clone de disco é uma excelente maneira de criar um backup completo do computador. Durante o processo de criação do clone, o sistema operacional e todos os aplicativos e dados são salvos em uma unidade diferente. (disco de destino)

Contanto que você mantenha o clone do disco de destino em um local seguro, você pode restaurá-lo para a mesma ou para uma nova máquina sempre que necessário.

  • Permite atualizações de disco rígido

Um clone de disco é conveniente ao atualizar seu disco rígido. Um clone de disco rígido significa que você não precisará instalar o sistema operacional e os aplicativos novamente após a atualização. Você pode clonar dados do HDD e usar o disco rígido de backup para restaurar o computador ao seu estado anterior.

  • Backup completo de dados em caso de falha da máquina ou ataque cibernético

Ao criar um clone de disco, é melhor usar a opção inicializável. Isso permitirá a restauração fácil do sistema operacional e de outros aplicativos se sua máquina travar. Uma inicialização segura é mais rápida do que reinstalar o sistema operacional e todos os aplicativos após uma falha no PC.

  • Transferência fácil de dados para uma máquina diferente

Se você quiser atualizar sua configuração para uma nova máquina, você pode usar um clone de disco para transferir todos os arquivos e programas (juntamente com seu sistema operacional antigo) para a nova máquina. Como todas as suas informações são mantidas no clone do disco de destino, você não perderá nada delas durante a atualização.

Para que é usada a clonagem de disco?

Os principais casos de uso para clones de disco são:

  • Impulsione a recuperação e reativação

Ter um clone de disco inteiro permite uma recuperação fácil se uma unidade funcionar mal ou falhar. Se o seu disco rígido travar, você pode usar o disco clone para restaurar todos os dados após um reparo bem-sucedido. Se a unidade travada estiver além da salvação, você pode restaurar os clones de disco para uma nova unidade – HDD ou SSD.

  • Backup e recuperação do sistema

Como mencionado, um clone de disco pode incluir todos os dados salvos no seu PC – a partição do sistema, partições relacionadas ao sistema, conteúdo criado pelo usuário, aplicativos, programas, configurações do sistema e muito mais. Se o seu PC sofre de corrupção ou um incidente de segurança cibernética, apenas um clone de disco é suficiente para restaurar toda a sua configuração de forma rápida e eficiente.

  • Atualizando o disco rígido para SSD

Um alinhamento SSD adequado garante um desempenho ideal de acesso aos dados. Se você está pensando em atualizar seu disco rígido para um SSD, você pode facilmente migrar o sistema operacional, dados e programas do disco antigo para a unidade de destino escolhida.

  • Migrando o backup de dados de um PC para um laptop

Ter todo o seu disco em backup seguro permite que você o transfira facilmente do seu PC antigo para um novo laptop. Enquanto não houver limitação de capacidade no laptop, todos os dados salvos no backup serão migrados para ele. No entanto, se a cópia de backup exigir um disco maior, você deve atualizar o disco rígido (ou SSD) do laptop para transferir com sucesso seu sistema operacional antigo, todos os arquivos e programas.

Como criar um clone de disco com o Acronis

O Acronis Cyber Protect Home Office permite que os usuários clonem um sistema Windows ativo diretamente para uma nova unidade sem prejudicar os processos do sistema e reiniciar o Windows.

O recurso “Clonar Ativo” permite que você crie um clone de disco sem reiniciar o PC para concluir a operação. Em alguns casos, o software de clonagem solicitará uma reinicialização, clonará o conteúdo do disco offline e, em seguida, o PC será reiniciado novamente no Windows. Para criar um clone de disco via Acronis Cyber Protect Home Office, você precisa preparar seu sistema e seguir as etapas abaixo.

Preparação para iniciar o Processo de Clonar

Antes de clonar seu disco rígido, é recomendável fazer backup de todo o disco como precaução de segurança. (isso inclui o sistema operacional original, programas instalados, arquivos, configurações, etc.)

Tenha em mente que:

  • Você não pode clonar discos dinâmicos.
  • O disco de origem e o disco de destino devem ter tamanhos de setor lógico iguais. Um disco menor não funcionará como destino de destino, pois o clone exigirá mais capacidade de armazenamento do que a unidade pode oferecer.
  • Recomenda-se que o disco de origem e a unidade de destino operem no mesmo modo de controlador. (por exemplo, AHCI ou IDE); caso contrário, seu PC pode não inicializar a partir do novo disco.
  • Os discos criptografados via BitLocker devem ser desbloqueados para permitir a clonagem.

Para usar os recursos de clonagem de disco da Acronis, siga estas etapas:

  1. Na barra lateral do Acronis, selecione “Ferramentas” -> clique em “Clone disk”.
  2. Na tela “Modo de Clone”, escolha o modo de transferência “Automático” ou “Manual”. O modo automático redimensionará proporcionalmente as partições para caber na nova unidade. O modo manual oferece mais flexibilidade.

Se o agente encontrar dois discos, um particionado e outro não particionado, ele rotulará automaticamente o disco particionado como o disco de origem e o não particionado como o disco de destino.

  1. Na opção “Disco de Origem”, selecione o disco que deseja clonar.
  2. Na opção “Disco de Destino”, selecione o disco de destino para os dados clonados.
  3. Na etapa “Concluir”, certifique-se de ter configurado todas as configurações necessárias e clique em “Continuar”.
  4. Após a conclusão da clonagem, o sistema irá informá-lo sobre as possíveis próximas etapas, incluindo o uso do clone de disco no hardware atual, semelhante ou diferente.

Clone de disco vs Imagem de disco

Um “clólo de disco” e uma “imagem de disco” (ou uma “imagem do sistema”) muitas vezes podem ser confundidos como termos intercambiáveis. Ambos os métodos de clone de disco e de imagem de disco diferem de um simples processo de copiar e colar. Os clones e imagens de disco compreendem todas as informações necessárias para o disco rígido acessar os dados de backup, como o registro de inicialização mestre, tabelas de alocação de arquivos e muito mais. No entanto, a clonagem e a imagem são diferentes em relação à recuperação de dados.

Um clone de disco copia todo o conteúdo do disco, incluindo todas as informações necessárias para inicializar o sistema operacional a partir da unidade. O software de clonagem permite que os usuários criem uma cópia exata do disco rígido de seu PC e o transfiram para outra unidade. A cópia está totalmente operacional e pode ser trocada com o disco rígido existente do seu PC. Se você inicializar o clone de disco, ele será idêntico ao disco de origem.

Por outro lado, o software de imagem de disco cria uma cópia de arquivamento (backup) de todo o disco rígido. Imagens de disco são arquivos de armazenamento que contêm todos os dados armazenados no disco rígido e as informações necessárias para inicializar o sistema operacional. No entanto, os usuários precisam aplicar a imagem de disco ao HDD (ou SSD) para que a imagem funcione. Essencialmente, você não pode restaurar uma unidade colocando os arquivos de imagem nela – você precisa abrir e instalar a imagem no disco de destino por meio de software de imagem.

Outra diferença entre os dois refere-se à limitação da capacidade de armazenamento. Um disco rígido externo só pode carregar um clone de disco, mas pode armazenar várias imagens de disco.

Qual é a diferença entre clonagem de sistema e clonagem de disco?

O debate sobre clone de disco vs clone de sistema descreve duas diferenças principais entre as duas abordagens.

  • Faixa de clonagem diferente

Os clones do sistema normalmente compreendem itens relacionados à inicialização, geralmente armazenados nas partições do sistema. Um clone de disco não está limitado à partição do sistema – ele incluirá todas as partições de dados em sua máquina.

  • Tamanho de disco de destino diferente

Os clones do sistema exigem menos espaço em disco, pois incluem apenas partições do sistema no backup. Os clones de disco exigem mais espaço, pois compreendem todos os dados em um disco de destino. Independentemente da abordagem escolhida, você deve garantir que o disco de destino seja maior ou de igual tamanho ao disco de origem.

Clonagem do Sistema – Replicação Completa do Sistema Operacional

Os clones de partição do sistema se concentram na proteção do sistema operacional. Como mencionado, essa abordagem é usada para migrar componentes do sistema operacional para uma nova máquina, implantar arquivos e configurações do sistema em massa para um ambiente de escritório ou doméstico, ou manter um backup seguro do seu sistema operacional exatamente como você gosta. Depois de configurar seu sistema operacional, você pode cloná-lo e transferi-lo para armazenamento externo para segurança.

A clonagem do sistema pode ser feita regularmente para manter uma versão atualizada do sistema operacional em um backup criptografado. No entanto, você normalmente não precisará criar vários clones do sistema, a menos que altere significativamente a configuração do seu sistema operacional.

Clonagem de Disco – Replicação Completa de Disco

A clonagem de disco compreende todos os dados em sua máquina e, portanto, é indiscutivelmente mais importante do que a clonagem de sistemas para alguns usuários. Como a abordagem inclui seu sistema operacional no backup, é uma maneira completa de replicar todo o seu disco para uma ou várias máquinas. Também permite uma recuperação completa em um cenário de perda de dados. Lembre-se de que clones completos de disco ocupam muito espaço de armazenamento, já que o método não depende da compactação.

No entanto, ao contrário das imagens de disco, você pode acessar todos os clones de disco sob demanda sem instalá-los na mesma ou em uma nova máquina. Normalmente, os clones de disco seguem um padrão semelhante às cópias de partição do sistema. Depois de ter toda a sua configuração do jeito que quiser, você pode cloná-la para backup e tenha certeza de que seus arquivos, programas e configurações do sistema operacional estão protegidos no armazenamento externo.

Qual tipo você deve escolher: Clone de disco vs clone do sistema

Ambas as abordagens de clone de disco e clone de sistema estão focadas em proteger dados críticos por meio de backup e recuperação sensatos. Dependendo dos seus hábitos de criação de dados, você pode favorecer mais um método.

Vantagens da clonagem do sistema

  • Clona todo o conteúdo da partição do sistema
  • Permite que os usuários migrem facilmente o sistema operacional para uma nova unidade
  • Permite a clonagem do Windows Server para HDD ou SSD
  • Permite a replicação do sistema operacional para várias máquinas
  • Não ocupa muito espaço de armazenamento

Desvantagens da clonagem do sistema

  • Apenas clona o conteúdo da partição do sistema e qualquer partição relacionada ao sistema (partição do sistema EFI, partição de recuperação, etc.)

Vantagens da clonagem de disco

  • É mais rápido do que a imagem de disco
  • Permite migrar todo o disco do HDD para o SSD
  • Permite atualizações para um disco maior
  • Evita a reinstalação do Windows e programas em caso de falha ou corrupção
  • Permite uma rápida recuperação de desastres e reduz o tempo de inatividade

Desvantagens da clonagem de disco

  • Ocupa mais capacidade de armazenamento no disco de destino
  • Não permite clones incrementais ou diferenciais
  • Apenas um clone pode ser armazenado em uma unidade a qualquer momento

Importância de backups regulares e clonagem, independentemente do seu tipo

A perda e corrupção de dados podem resultar de erros humanos, falhas de hardware ou software, ataques cibernéticos, desastres naturais ou exclusão acidental.

Se você cria um clone de partição do sistema para proteger seu sistema operacional ou um clone de disco completo para proteger toda a sua máquina, o backup regular é fundamental para garantir a disponibilidade de dados e a continuidade dos negócios.

Muitas ferramentas oferecem recursos de backup e recuperação, mas a maioria é muito complexa ou cara para operar. O Acronis Cyber Protect Home Office simplifica o processo de clonagem, facilita o gerenciamento de backup e recuperação e permite monitorar todas as tarefas de backup e clonagem a partir de um único agente fácil de usar.

Traduzido por Philip Obrien
CEO da Backup Já, empresa parceira Platinum da Acronis.
Fone 11 4280-0886
E-mail contato@backupja.com.br

Fonte https://www.acronis.com/en-us/blog/posts/system-clone-vs-disk-clone/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *